Projecto Aurora

20ª Criação

O Projecto Aurora é uma proposta – entre outras possíveis – de fusão do teatro com o cinema. Partindo do filme "Aurora" (1927) de F. W. Murnau, uma das maiores referências do cinema mudo, o espectáculo confunde-se entre a encenação de uma filmagem ou a projecção em filme de uma encenação, pondo em colaboração (fundindo ou dialogando) técnicas, necessidades e constrangimentos inerentes a ambas as artes. É, portanto, o processo moroso, fragmentado, técnico, organizado e complexo da captação de imagens em movimento por intermédio de uma câmara mas na premência de que tudo se faz "aqui-e-agora" e de forma (ir)repetível, onde a essência do jogo teatral (o desdobramento dos actores em várias personagens, a faculdade da síntese, a primazia da comunicação plástica e visual, a narração como elo de ligação) envolve o público num plateau ou numa arena onde todos, actores, técnicos e espectadores, têm a sua função, entendendo este encontro como algo real e virtual, simultaneamente.

Dramaturgia e Encenação: Nuno Pino Custódio
Espaço e Figurinos: Ana Brum / Estação Teatral
Desenho de Luz, Operação Técnica e Edição: Pedro Fino
Fotografia: António Supico
Confecção de Figurinos: Alfaiataria Juvenal
Construção de adereços e carpintaria: Manuel Leandro
Direcção de Produção: Alexandre Barata

Interpretação: Alexandre Barata, Joana Poejo, Tiago Poiares e Roberto Querido