De Calisto a Melibeia

10ª Criação

Inserido no projecto pedagógico Uma história para continuar…, desenvolvido com escolas do 1ª ciclo do Fundão, o espectáculo "De Calisto a Melibeia" (a partir da Tragicomédia de Calisto e Melibeia, Fernando de Rojas, 1499) foi construído tendo por base o conceito de contador de histórias. No enredo de um amor impossível, a lembrar outros da dramaturgia universal, Pármeno, criado de Calisto (o ser que ama) conduz a história mergulhando na acção, sugerindo tempo e espaços e incorporando as outras personagens de uma trama onde Melibeia (o ser amado) se esconde, desvelando-se apenas na solidão e quando, por força dos acontecimentos, um outro criado se vê forçado a contar um outro lado da mesma história. De Calisto a Melibeia propõe uma transição da literatura para o teatro, depois do encontro com um público escolar que para o amor preferiu deixar a porta aberta, trocando as voltas ao autor da obra original.

Uma ideia de Nuno Pino Custódio

Concepção, Texto, Dramaturgia e Encenação: Ricardo Brito
Assistência de Encenação: Pedro Fino
Cenografia, Figurino e Grafismo: Carolina Santos
Desenho de Luz e Operação Técnica: Pedro Fino
Selecção Musical e Sonoplastia: Ricardo Brito e Pedro Fino
Fotografia: António Supico
Montagem e Apoio Técnico: Pedro Fino, Alberto Lopes, Luís Carlos Fernandes, João Caria
Confecção do Figurino: Nela Atelier
Assistência de Produção: Telma Marques
Direcção de Produção: Alexandre Barata
Direcção Artística: Nuno Pino Custódio
Co-Produção: A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes
Interpretação: Ricardo Brito

11ª criação da ESTE - Estação Teatral da Beira Interior
estreada a 25 de Maio de 2009 na Moagem - Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão